Meditações - IERB Brasil
Meditação de 06 de Janeiro de 2018
Devocional Cinco Minutos com Jesus
MALTRAPILHOS E RICOS

"Meus filhinhos, escrevo isto a vocês para que não pequem. Porém, se alguém pecar, temos Jesus Cristo, que é correto; ele nos defende diante do Pai" (1 Joao 2:1)

O cristianismo comemora hoje o dia da "Epifania". Epifania significa "revelação". Com a Festa da Epifania comemoramos a revelação do menino Jesus como sendo o Salvador de todos os povos: judeus e não judeus. As pessoas que não faziam parte do povo judeu eram conhecidas como Gentios. É por esta razão que o dia seis de janeiro se tornou conhecido como "Natal dos Gentios".

Tudo quanto se relaciona com o nasciemento de Jesus tem um aspecto judeu. Os pais de Jesus, os pastores, a circuncisão de Jesus ao oitavo dia de vida e a sua apresentação no templo, tudo, enfim, faz parte do ritual da religião judaica. No entanto, o Menino de Belém estava destinado a ser o Salvador de todos os homens, de todos os povos.

Os "magos", que a tradição costuma dizer que eram em número de três, vinham do oriente e eram homens que estudavam as estrelas. Eles eram mebros de um povo não judeu. Em sua terra, eles viram uma estrela especial e, por obra do Espirito Santo, chegaram a uma fé viva no Salvador Jesus recém-nascido. Isso é demosntrado pela pergunta que eles fizeram: "Onde está o menino que nasceu para ser o rie dos judeus? Nós vimos a estrela dele no Oriente e viemos adorá-lo". O menino Jesus tornou-se o Salvador desses homens.

Demos graças a Deus por esta boa notícia: Jesus não veio só para os judeus, mas também para as demais nações da terra! Epifania revela Cristo a todos os povos. Isto nos mostra o imenso amor a Deus por nós.